Empreendedor, entenda como funciona o SPED

O sistema tributário brasileiro sempre foi muito burocrático e complexo, resultando em uma grande quantidade de papelada para ser enviada aos órgãos responsáveis pela fiscalização.

Devido a tantas dificuldades, falta de tempo dos empreendedores e uma quantidade excessiva de obrigações a serem enviadas, novos programas vêm sendo implantados pelo Governo para agilizar os processos de prestação de contas de forma totalmente digital.

Um dos avanços do governo foi a criação do SPED – Sistema Público de Escrituração Digital. Atualmente, é um dos sistemas mais importantes para a contabilidade e para empreendedores.

Neste artigo, abordaremos o que é o SPED, seus benefícios e módulos. Acompanhe conosco!

Empreendedor, entenda como funciona o SPED

O que é o SPED?

SPED é a sigla para Sistema Público de Escrituração Digital. O sistema faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC 2007-2010) e serve para modernizar o cumprimento das obrigações dos contribuintes ao FISCO.

O SPED objetiva:

  • Promover a integração dos fiscos;
  • Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias para os contribuintes;
  • Tornar mais rápida a identificação de ilícitos tributários.

A prestação de contas à Receita Federal será feita via internet, por isso todos os arquivos que serão enviados ao SPED devem conter assinatura digital por meio dos certificados digitais, para garantir a veracidade e segurança das informações da sua empresa para a Receita.

Módulos do SPED

Os módulos que compõem o SPED são as declarações:

  • ECD – Escrituração Contábil Digital;
  • ECF – Escrituração Contábil Fiscal;
  • EFD Contribuições;
  • EFD ICMS IPI;
  • EFD-Reinf;
  • e-Financeira;
  • eSocial.

E os documentos fiscais eletrônicos:

SPED Contábil x SPED Fiscal

O SPED Fiscal substitui a escrituração em papel pela Escrituração Fiscal Digital (EFD), composto por arquivos digitais de documentos fiscais e de informações pertinentes aos fiscos das unidades federadas e da Secretaria da Fazenda.

Já o SPED Contábil substitui escrituração em papel pela Escrituração Contábil Digital (ECD). Transmite em versão digital os seguintes livros:

  • Livro Diário e seus auxiliares;
  • Livro Razão e seus auxiliares;
  • Livro Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles transcritos.

Benefícios do SPED

O sistema de escrituração totalmente digital por arquivos gerados através de softwares traz muitos benefícios tanto para o fisco como para o contribuinte, listamos os seguintes benefícios:

  • Redução de custos com papel;
  • Uniformização das informações;
  • Redução de práticas fraudulentas;
  • Otimização do tempo do contribuinte;
  • Simplificação e agilização dos procedimentos;
  • Rapidez no acesso às informações;
  • Melhoria da qualidade da informação;
  • Possibilidade de cruzamento entre os dados contábeis e os fiscais.

Viu só como o SPED simplifica o envio de informações a Receita Federal? São muitos benefícios para empresários, contadores e para o governo.

Aproveite e nos deixe um comentário sobre o assunto!

Se inscreva em nossa Newsletter e saiba mais sobre obrigações acessórias e documentos fiscais eletrônicos. Preencha o formulário e receba tudo em primeira mão.

3 thoughts on “Empreendedor, entenda como funciona o SPED

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *