Afinal, o que a EFD-REINF tem a ver com o eSocial?

O ano de 2018 trouxe muitas novidades para setor tributário, e neste mês de maio, o eSocial e a EFD-Reinf chegam com tudo.

Essas duas obrigações tributárias são fundamentais para adequação ao novo programa do Governo Federal, o SPED — Sistema Público de Escrituração Digital, já que elas substituem muitas outras e unificam todo esse processo.

Neste post, você entenderá melhor sobre a EFD-Reinf, como se relaciona com o eSocial, e como sistema de livro fiscal é fundamental para todo esse processo de adequação. Acompanhe!

O que é a EFD-REINF ?

A EFD-REINF é a sigla para Escrituração Fiscal Digital de Retenções e outras Informações Fiscais, que tem como objetivo complementar o eSocial, substituindo as obrigações GFIP e DIRF.

Quando será obrigatório? E quais são os prazos?

As informações deverão ser informados mensalmente ao governo. O prazo começará a valer a partir de 1º de maio para as empresas que faturaram mais de R$ 78 milhões em 2016. E as demais companhias deverão declarar os dados no sistema a partir de 1º de novembro do mesmo ano.

O prazo de entrega da EDF-REINF é até o dia 15 de cada mês e o prazo para recolhimento até o dia 20.

Porque a EFD-Reinf é essencial para o eSocial?

A EFD-Reinf junto ao eSocial, substitui informações solicitadas em outras obrigações acessórias, tais como a GFIP, a DIRF e também obrigações acessórias instituídas por outros órgãos de governo como a RAIS e o CAGED.

Por isso, as informações dessas duas obrigações devem estar alinhadas para evitar qualquer tipo de erro na hora do envio.

Como se preparar para a EFD-Reinf e por que os sistemas de livro fiscal e departamento pessoal devem estar alinhados?

A EFD-Reinf favorecerá o controle empresarial e o cumprimento das obrigações. Contudo, se os dados não estiverem compatíveis a corporação correrá o risco de passar por fiscalização e receber multas.

O mesmo ocorrerá em relação ao eSocial. As informações deverão ser atualizadas com frequência para evitar erros e inconsistências.

Para dar mais praticidade ao trabalho é fundamental que os contadores utilizem softwares de confiança para evitar qualquer tipo de erro no envio das informações.

O que informar através da EFD-Reinf?

Dentre as informações prestadas através da EFD-Reinf, destacam-se aquelas associadas:

  • aos serviços tomados/prestados mediante cessão de mão de obra ou empreitada;
  • às retenções na fonte (IR, CSLL, COFINS, PIS/PASEP) incidentes sobre os pagamentos diversos efetuados a pessoas físicas e jurídicas;
  • aos recursos recebidos por / repassados para associação desportiva que mantenha equipe de futebol profissional;
  • à comercialização da produção e à apuração da contribuição previdenciária substituída pelas agroindústrias e demais produtores rurais pessoa jurídica;
  • às empresas que se sujeitam à CPRB (cf. Lei 12.546/2011);
  • às entidades promotoras de evento que envolva associação desportiva que mantenha clube de futebol profissional.

Gostou desse artigo? Foi útil para você? Deixe-nos um comentário!

Aproveite e peça uma demonstração do nosso Pacote Completo de Sistemas Contábeis (Livro Fiscal, Folha de Pagamento e Contábil) totalmente preparado para o eSocial.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *