Entenda o que é síndico profissional e em qual momento contratá-lo para o condomínio

Em um condomínio existem muitas situações a serem solucionadas, desde a rotina até a burocracia. E, o síndico que assumirá essa responsabilidade precisa pensar como um administrador de empresas, pois as demandas são grandes e os problemas que surgem necessitam de muito profissionalismo para serem resolvidos.

Normalmente, a escolha do síndico é feita em assembleia de moradores, podendo ser ou não, um morador. A grande novidade é o surgimento dos síndicos profissionais, que são especializados na rotina de condomínios e estão ganhando espaço no mercado e até mesmo cursos de capacitação.

Então, se a dúvida presente em seu condomínio é contratar um síndico profissional, leia esse artigo até o final e conheça melhor a profissão e as competências que o profissional deve ter. Acompanhe!

Entenda o que é síndico profissional e em qual momento contratá-lo para o condomínio

O que é a função de síndico profissional?

O síndico profissional exerce o papel de administrador do condomínio, sendo responsável pelo funcionamento do condomínio, pelos cumprimentos das regras e de todas as responsabilidades do empreendimento.

Competência que o síndico profissional deve ter

As competências do síndico profissional são similares ao administrador de empresas. Esse profissional deve ter características de liderança e organização, ser paciente e saber ouvir os anseios e pedidos dos moradores.

Além disso, também precisa entender de administração e contabilidade, para que todos os processos sejam concluídos da melhor maneira.

Vantagens da contratação do síndico profissional?

As vantagens de ter um síndico profissional cuidando da rotina do condomínio são diversas, como, por exemplo:

  • ter mais experiência a gerenciar conflitos e burocracias;
  • relacionamento totalmente profissional com os moradores;
  • imparcialidade na contratação de prestadores de serviços;
  • exatidão nos resultados;
  • estratégias para melhorar a administração do empreendimento.

Quando contratá-lo?

De acordo com o Artigo 1347 do Código Civil (Lei Federal 10.406/02), a Assembleia poderá escolher um síndico, não condômino, para administrar o condomínio, por prazo não superior a dois anos, o qual poderá renovar-se.

O momento ideal para a contratação do síndico profissional é quando, discutido em Assembleia, não existam candidatos moradores com as competências necessárias para administrar o condomínio.

Quando é inexistente o interesse dos moradores pela vaga, esse profissional é a escolha ideal para assumir a administração do condomínio, ainda mais empreendimentos com muitas torres ou com poucas unidades. Em condomínios comerciais, esse profissional é a opção ideal para administrar o empreendimento.

Agora que você já entende melhor sobre as funções do síndico profissional, já pode pensar em sugerir na Assembleia do seu condomínio.

Se você gostou deste artigo ou ainda tem alguma dúvida sobre a profissão, deixe um comentário para nós.

Aproveite e baixe gratuitamente o eBook Condomínio: normas, gestão e convívio. O material está na íntegra. Preencha o formulário abaixo e acesse o material!