6 maneiras práticas de organizar as notas fiscais eletrônicas

Em um escritório contábil ou empresa a rotina é sempre muito agitada. Por isso, não se pode perder tempo procurando documentos que podem estar espalhados em diversos setores. Portanto, é fundamental saber organizar as notas ficais eletrônicas (NF-e).

Ao fazer isso, você economiza o tempo dos funcionários e permite que eles sejam mais produtivos. O que acha de começar a arrumar melhor os documentos ainda hoje? Continue a leitura e descubra a maneira mais adequada de fazer isso!

6-maneiras-praticas-de-organizar-nfes

1. Defina um local para guardar documentos

Em primeiro lugar, é importante definir um local para armazenar as notas fiscais. Se você ainda recebe muitos documentos impressos é preciso separar uma sala do escritório para colocar esses papéis. Dessa maneira, sempre que precisar de algum item será fácil saber onde encontrá-lo.

Caso seus clientes utilizem a NF-e, você pode determinar um local do servidor para armazenar esses arquivos ou até mesmo enviá-los para a nuvem. Isso torna o processo mais ágil e prático.

Também é aconselhável disponibilizar um e-mail apenas para o recebimento das notas fiscais eletrônicas. Assim, evita-se a perda ou esquecimento dos arquivos em meio a outras correspondências.

2. Determine uma pessoa responsável

Escolha um colaborador da equipe para ficar responsável por organizar todas as notas fiscais adequadamente. E oriente os demais para sempre solicitarem os documentos a essa pessoa.

Desse modo, o funcionário responsável conseguirá manter as informações em ordem e todos serão beneficiados com a rapidez para encontrá-los.

3. Separe as notas fiscais por empresas

Se o seu escritório contábil atende muitas empresas, as notas fiscais devem ser arquivadas em pastas com o nome de cada cliente. Além disso, é preciso que esses documentos sejam separados mês a mês para evitar conflitos no futuro.

Esse processo pode ser feito tanto para o armazenamento de documentos impressos como arquivos digitais. A diferença é que os digitais serão guardados em servidores físicos, em computadores ou na nuvem.

4. Identifique os documentos

Faça a identificação das notas de acordo com o mês que foram emitidas, o tipo de serviço oferecido, se é nota de compra ou venda de um produto, entre outros fatores.

5. Crie rotinas de emissão das notas fiscais eletrônicas

O cuidado com as notas fiscais é fundamental. Por isso, é preciso criar rotinas para emissão desses documentos. Sendo assim, oriente sua equipe para atender a determinados padrões de preenchimento e envio desses arquivos.

Para facilitar o trabalho da sua equipe, você pode adotar o uso de softwares específicos para essa função. Eles darão mais eficiência e segurança nesses processos.

6. Utilize um software para gerenciar as demandas

Se você já organizou a emissão das notas fiscais eletrônicas e todo o processo de armazenamento dos documentos, é hora de se preocupar com o gerenciamento de todas as demandas.

Sendo assim, você pode optar por utilizar algum software que permita integrar as informações fiscais, emitir relatórios e atender as demais obrigações acessórias. Com ferramentas mais completas, você consegue diminuir o tempo investido em processos simples e aumentar a produtividade.

Com essas dicas fica mais fácil de organizar as notas fiscais eletrônicas, certo? Como você arruma esses documentos na sua empresa? Deixe seu comentário e ajude outras pessoas nesse processo!


Emissor de Documentos FiscaisQuer informações sobre o Emissor de Notas da SibraxFale conosco.
Tem outras dúvidas? Entre em contato com um atendente online.
Fique por dentro das dicas da Sibrax! Siga facebook.com/sibraxsoftware

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *