6 dicas para diminuir a inadimplência em condomínios

Se você perguntar para qualquer síndico e/ou administrador de condomínio qual é a ocorrência que mais temem no dia a dia, eles com certeza irão responder que é a inadimplência.

Com um país desestabilizado economicamente, todos os setores sofrem, e com os condomínios não seria diferente, não é mesmo?

A inadimplência dos condôminos pode interferir muito no planejamento, financeiro e no bom andamento de melhorias no empreendimento. Deste modo, é fundamental tomar algumas medidas para que essa inadimplência no condomínio seja baixa, quase a zero.

Mas então, o que o síndico pode fazer para diminuir a inadimplência em condomínios? Quais são as melhores soluções para este caso? Pensando nisso, separamos seis dicas para diminuir a inadimplência em condomínios. Confira a seguir!

6 dicas para diminuir a inadimplência em condomínios

Quando podemos considerar que o condômino está inadimplente?

Em um condomínio, a inadimplência pode ser considerada logo no primeiro dia após o vencimento do boleto do condomínio, pois o boleto já encontra-se em mora, ou seja, está em atraso. Entretanto, alguns síndicos e administradoras de condomínio consideram que o morador está inadimplente a partir do período de 30 dias de atraso do pagamento, ainda sim esse período continua sendo considerado como mora.

Quais são os direitos e as restrições aos inadimplentes?

Mesmo que o morador esteja inadimplente, a lei garante que o morador “usar, fruir e livremente dispor das suas unidades”, incluindo a área de lazer do condomínio, como piscina, salão de festas, entre outros.

Mas também existem algumas restrições a esse condômino, segundo o Art. 1.335, Inciso III, do Código Civil, veda ao inadimplente o direito de votar nas deliberações das assembleias.

Por esse é muito importante tomar medidas para diminuir a inadimplência em condomínios, a seguir falaremos um pouco mais sobre isso e daremos dicas para você, síndico e/ou administrador de condomínio, ajudar os seus condôminos a se conscientizarem sobre esse assunto e a lidar melhor com esse assunto tão recorrente e assustador.

Dicas para diminuir a inadimplência em condomínios

Confira, a seguir, seis dicas para diminuir a inadimplência em condomínios:

  1. Conscientize os moradores com uma boa comunicação
    Uma boa comunicação em condomínios é a chave para resolver qualquer situação. Sempre informe e deixe claro sobre as restrições e sobre o quanto isso afeta o bem-estar de todos moradores, além da taxa e juros dos boletos condominiais que prejudicam muito o inadimplente.
    Procure também sempre informar com antecedência o vencimento dos boletos, para que os moradores estejam cientes dos prazos.
  2. Tenha empatia, abra negociações
    Procure deixar claro que você entende os motivos que levaram o morador a estar inadimplente, tenha empatia, mas procure agir sempre em concordância com a lei para não prejudicar o morador e não prejudicar o condomínio.
  3. Procure assistência profissional
    Se você tiver dúvidas sobre as medidas que você pode tomar, procure ajuda profissional jurídica, se informe melhor para oferecer a melhor resolução para o condômino.
  4. Jamais exponha os devedores
    Nunca exponha os devedores, procure sempre canais de comunicação eficazes para avisar sobre o atraso, mas jamais coloque essa pessoa em situação de constrangimento.
  5. Evite que a dívida do morador acumule
    Corra atrás desde o primeiro dia, não deixe que a dívida acumule, isso é um problema grave para ambas as partes.
  6. Fundo de reserva do condomínio é muito importante
    A gente nunca pode contar com o pagamento dos inadimplentes, então procure ter um fundo de reserva para não se complicar com as contas a pagar do condomínio.

Agora que você já sabe como lidar com a inadimplência em condomínios, pode compartilhar este artigo com seus colegas de profissão. Mas se você ainda tiver alguma dúvida, deixe-nos um comentário.

Aproveite e conheça nosso sistema de condomínio, preparado para as mais diversas formas de rateio das despesas condominiais, com tudo o que você precisa para melhorar sua produtividade e otimizar seu tempo.

Preencha o formulário e peça uma demonstração por 30 dias!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *